Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Portuguese, English, Arte e cultura, Animais








Histórico:

27/05/2012 a 02/06/2012
10/07/2011 a 16/07/2011
05/12/2010 a 11/12/2010
26/09/2010 a 02/10/2010
12/09/2010 a 18/09/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
07/12/2008 a 13/12/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
27/04/2008 a 03/05/2008



Outros sites:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Layout:




VIDAS DA VIDA

CONT.

Vidas da Vida é a estória de alguém a espera de um reencontro com a pessoa amada, após 30 anos. Talvez a espera de um milagre que mude toda sua vida. Se o milagre acontecerá ou não,vocês verão no decorrer dos capítulos. Só sei dizer que a vida reserva surpresas...

CAPITULO 23

Os acontecimentos daquela semana mexeram muito comigo.Por mais que meu casamento com Fred me deixasse triste,tinha um carinho e amizade enorme por ele.E ao mesmo tempo ansiava por dias de felicidade junto ao meu amado. Todos tinham direito de encontrar o verdadeiro amor e eu sonhava com este dia.
Sonhava, realmente...Queria um amor verdadeiro, sincero , exclusivo...o meu amor de infância era assim, puro, simples, verdadeiro...
Creio que o que mais admirava em Juan, que não encontrei em meus maridos, era a simplicidade.Ele vinha de uma família simples, humilde,  tudo que tinham conseguido havia sido através de muito trabalho. Eu estava cansada de tudo isso, pessoas fúteis, snobes ...queria curtir um pouco da natureza e esquecer de todas as tristezas que havia passado na minha triste vida amorosa.
Falei com Eduarda e Sandra que gostaria se ficar longe de Gramado por algum tempo, e elas como sempre apoiaram minha decisão. Cuidariam de nossa loja com carinho.
A fábrica, Eduardo já havia tomado a frente de tudo, juntamente com Fred. Que apesar da separação continuava, sendo o "segundo pai" de Dudu e Duda também.
Alguns dias depois ,Fred me procurou para justificar sua atitude e pedir que eu não guardasse mágoas dele.Mas do fundo do coração ,só desejava a felicidade dele.
Avisei a todos que após as festas de fim de ano , partiria pra Punta Ballena. Juntei o útil ao agradável, pois meus pais haviam me pedido que fosse inspecionar a reforma da casa de Punta.Até lá, a obra que estava sendo realizada estaria provavelmente bem adiantada. E eu chegaria para dar os toques finais na decoração, mudando cortinas e forrações de estofados e colocando meu toque pessoal por lá.
Meus pais costumavam passar temporadas lá, mas eu já tinha muitos anos que estivera naquele lugar de tantas recordações.
Porém,desta vez seria diferente! Iria em busca da liberdade,do Amor ,da Simplicidade,da Paz...!
Sonhava...Sonhos de pura paixão! Amor e emoção! Reflexos de um mundo de fascinação,que fazia brilhar meus olhos!
 O passado estava presente em todos os momentos...E em meus pensamentos, imagens puras de sonho, ou talvez de ilusão...!
Sonhava, era só isso que importava...!

CAPITULO 24

Os dias que se seguiram foram um misto de sonho e trabalho. Faltavam poucos dias para o Natal, meus pais viriam de Porto Alegre, muito movimento na loja, compra de presentes...
Juan e eu nos falamos muito pouco durante este período. Ele sempre fora, nem sempre conseguiamos nos comunicar pelo celular.
Algumas vezes me ligava de um telefone fixo durante um intervalo de uma reunião.Geralmente à noite,antes de deitar acessava o site do "partido" para ver suas fotos nos últimos eventos.
Muitas vezes pensava se deveria ir mesmo ao encontro de Juan,mas se não fosse,aquele sentimente continuaria forte em meu peito. De qualquer forma,teria que ir a Punta Ballena,meus pais haviam  pedido minha ajuda.
Chegou o Natal e minha família estava reunida,inclusive Sandra.Fred me enviou uma cesta com Poinsétias Vermelhas,a planta do Natal, que eu tando apreciava,e junto um cartão.
Recebi um telegrama de Juan, desejando um Feliz Natal e dizendo estar ansioso por nosso re-encontro e que iria estar fora até 1º de Janeiro.Mas que iria me encontrar no dia 5 como havia combinado.Porém, confeço que sonhava com Juan batendo na porta me fazendo uma surpresa...E em meu peito guardo fechado este
meu amor...
O dias seguintes voaram! Um novo ano começava e tinha certeza que junto viria uma nova vida... Dia 4, chegava a Punta Ballena.
Me hospedei e em seguida fui ver como estava a obra,na casa de meus pais, minha casa também pois pretendia ficar por lá algum tempo! Estava praticamente concluida a obra. Sr. Ramón,que cuidava da casa para meus pais,cuidou para que tudo estivesse sido feito com muito esmêro.Os funcionários estavam começando a limpeza.Perguntei onde encontraria algum profissional para lustrar os móveis e mudar a forração dos sofás e Sr. Ramon me disse que já havia providenciado ,que apenas me aguardava pra que escolhece os tecidos e o modelo das cortinas.Como ela tinha o mostruário alí,facilitou minha escolha. E tudo ficaria pronto em uns três ou quatro dias. Notei então, que o jardim precisava de ser cuidado, novas plantas,um paisagismo que tornace o local mais aconchegante.Ele então me informou que havia um ótimo paísagista, próximo de lá, ele possuia uma loja de flores e uma pequena chácara,e com várias espécimes de plantas.Como Juan chegaria na manhã seguinte,não quiz combinar nada, disse que depois veríamos isto.
Na manhã seguinte,dia 5, a data combinada,não queria me afastar do hotel. As horas passavam e o entardecer chegava,menos Juan... Via o sol se despedir...Entardecia em Punta Ballena. O entardecer de lá era o mais belo que já havia visto, deixava todos estarrecidos com a beleza daquele céu azul, que parecia pegar fogo... Aquela pintura viva transmitia um sentimento de paz interior.
Sentada em uma "terraza" contemplava o mar,olhava o horizonte, esperava Juan chegar...Será que viria?Tantos anos se passaram...
Não tinha pressa,se não fosse naquele dia ,seria no próximo ou depois quem sabe... Tinha todo tempo do mundo pra aguardar...

 



- Postado por: Maryam às 20h51
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________