Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Portuguese, English, Arte e cultura, Animais








Histórico:

27/05/2012 a 02/06/2012
10/07/2011 a 16/07/2011
05/12/2010 a 11/12/2010
26/09/2010 a 02/10/2010
12/09/2010 a 18/09/2010
02/05/2010 a 08/05/2010
25/01/2009 a 31/01/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
07/12/2008 a 13/12/2008
02/11/2008 a 08/11/2008
10/08/2008 a 16/08/2008
03/08/2008 a 09/08/2008
27/07/2008 a 02/08/2008
20/07/2008 a 26/07/2008
13/07/2008 a 19/07/2008
06/07/2008 a 12/07/2008
22/06/2008 a 28/06/2008
15/06/2008 a 21/06/2008
08/06/2008 a 14/06/2008
01/06/2008 a 07/06/2008
25/05/2008 a 31/05/2008
11/05/2008 a 17/05/2008
04/05/2008 a 10/05/2008
27/04/2008 a 03/05/2008



Outros sites:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis


Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Layout:




 

A Obra Abaixo é totalmente independente

da acima.

E foi escrita  bem antes  de "Crianças Curiosas",

que é apenas ficção.

Enquanto "Vidas da Vida", mistura realidade e ficção!

"VIDAS da VIDA" é uma estória em 28 capítulos,

que se passa no Sul do Brasil e no Uruguai,em

Punta Ballena.

VIDAS DA VIDA

CONT.


Vidas da Vida é a estória de alguém a espera de um reencontro com a pessoa amada, após 30 anos. Talvez a espera de um milagre que mude toda sua vida. Mas,esse reencontro não foi o esperado por ela.As pessoas mudam com o passar do tempo...Só sei dizer que a vida reserva surpresas...


CAPITULO 27

Meio desconcertada,mas achando a situação engraçada aceitei as flores daquele desconhecido,que me disse se chamar Júlio Santiago, um botânico, amante das flores e plantas. E também me apresentei.
O não mais desconhecido, me convidou a caminhar um pouco para conversarmos. Concordei, pois planejava mesmo caminhar enquanto admirava o pôr-do-sol.
Júlio me contou que havia se mudado para lá, há uns 5 anos ,depois que havia se divorciado.Falou também a respeito de seu filho de 13 anos, que morava em Montevidéu com a mãe, e que passava alguns dias com ele nas férias. E também um dos motivos de sua mudança de cidade, era estar mais perto de seus avós que se mudaram para lá há cerca de uns 30 anos,deixando o resto da família morando na capital.
Achei bonita a atitude dele em se preocupar com os avós idosos, morando sozinhos numa cidade estranha. Ele me convidou a ir com ele, ceiar com seus avós, naquela noite de Dia de Reis.
Aceitei o convite e continuamos a conversar durante o trajeto.Contei que fazia pouco tempo que havia me separado de meu segundo marido.E ele me perguntou,já sabendo a resposta, se aquele homem com quem havia me encontrado pela manhã era meu namorado. Respondi que era um amigo de infância,apenas...E sorrindo me disse que já imaginava,pois ninguém se despediria da pessoa amada daquela maneira...
Chegamos à casa dos avós,e fui recebida com muito carinho. O casalzinho de idosos era muito simpático e me pareceu ter algo familiar.Alguns minutos depois me lembrei que eles eram o mesmo casal que havia comprado o restaurante dos pais de Juan. Muita coincidência...!
Após a ceia, Júlio me levou até o hotel e no caminho combinei com ele o paizagismo do jardim e como disse que estaria me mudando para lá na manhã seguinte ele se ofereceu para me levar do hotel até em casa, então uniria o útil ao agradável...!
Procurei deixar claro a Júlio que aceitaria a carona para casa ,mas não tinha nenhuma intenção de me envolver amorozamente com ninguém. Queria Paz, muita tranquilidade durante o tempo que passasse naquela cidade.Era só isso que precisava de Paz...!
Júlio então indagou se não havia um espaço para um amigo,em meio a esta tranquilidade toda que eu queria em minha vida. E respondi ,que um amigo, sim...só um amigo...!
Na manhã seguinte estavamos nós, eu com a ajuda de Júlio, chegando em casa, para a nova vida.
 Júlio me lembrou de algo que não havia me lembrado...,não existia algo que trouxesse mais paz e tranquilidade que as plantas.Viver no meio das plantas era viver em paz...!

 

 

CAPITULO 28

 


Enquanto colocava algumas coisas nos lugares e me ambientava com a casa, Júlio fazia um esboço do que pretendia fazer no meu jardim. Depois me convidou a ir com ele até a chácara para ver se as plantas que ele havia escolhido eram de meu agrado, ou escolher outras que gostasse. Me convidou para  irmos almoçar, depois que escolhesse as plantas. Aceitei o convite pois não havia nada em casa, para comer...mas disse que o almoço teria que ser por minha conta. E ele sorrindo me repondeu que incluiria o almoço no projeto do jardim!
Então, aproveitei a brincadeira e perguntei se ele também poderia incluir no serviço do jardim, me acompanhar até um  mercado para que eu pudesse fazer compras para casa. Ele sempre sorrindo,disse que seria um excelente programa para depois do almoço.
Chegamos a pequena chácara onde ele residia ,cultivava as plantas e tinha um orquidário. Era em lugar simples,mas encantador...Havia algo de mágico naquele local! Tanto verde... tanta paz...Era como se estivesse num lugar bem distante! Me senti tão tranquila e feliz lá...algo inexplicável!
Confesso que senti vontade de ficar ali para sempre!
O serviço no jardim começou na manhã seguinte. Logo cedo,Júlio chegou com a van e dois funcionários para cavar e adubar o terreno antes de plantar.Me interessava por cada mudinha plantada lá.Em poucos dias estava tudo pronto,como queria!
Júlio vendo meu interêsse por plantas, me perguntou se não gostaria de me distrair um pouco, plantando mudinhas no "berçário" de sua chácara. Aceitei sem hesitar!
Aquele mês foi passando e nossa amizade se consolidando,me sentia feliz como aquela menina do passado...Creio que desde os tempos que passava minhas férias brincando com Juan, eu não era tão feliz!
Num sábado,Júlio me convidou para jantar na casa dele,lá na chácara, ele iria preparar algo especial.Combinou que iria me buscar às 7 horas. E sem mesmo perceber a minha emoção, me arrumei como uma adolescente,que iria sair com um namorado pela primeira vez.
Pontualmente às 7 ele chegou,com uma linda orquídea para mim! E entramos na van ,rumo ao nosso jantar.
Ao chegarmos percebi o cuidado que ele havia tido em preparar a mesa. Me serviu um vinho, enquanto aguardava os retoques finais do nosso jantar.E sentada em uma almofada,saboreando o vinho, comecei a pensar...Eu nem mais sabia, porque eu fugia de viver e de amar!
O jantar estava perfeito,mas o melhor de tudo foi perceber o homem maravilhoso que estava à minha frente. Nós olhamos,nos fitamos, nos beijamos e finalmente nos amamos...!

 

 

EPÍLOGO:


 Na manhã seguinte despertei com o mais belo raio de sol já visto! Apartir daquele dia, sonho e fantasia, amor e alegria, feito em poesia, despertaram em mim...Não conseguiamos mais nos separar...
Na data prevista,meus pais chegaram e imediatamente perseberam um brilho de felicidade em meu olhar!
Ficaram felizes, pois não imaginavam, que a tristeza não mais invadia meu coração.Contei a eles que havia encontrado o verdadeiro amor,aquele que não colocava correntes, não escravisava, deixava viver e vivia ...
Após conhecerem Júlio,contei a eles que estava me mudando para a chácara de meu amor,aquele lugar mágico e encantado, para viver ao lado de uma a pessoa que estava sendo meu cumplice e me trazendo momentos felizes...!
Lá passei não só a cuidar das plantas, mas meu lado artístico voltou à tona. Passei a fazer esculturas para jardins,usando diferentes materiais,como: sucatas,vasos,argila etc. E sempre ao lado e incentivada pelo meu amor! E em pouco tempo, Júlio já tinha conseguido para mim, expor minhas obras na casa de Vilaró. Minhas obras foram todas vendidas, e encomendas passaram a surgir sempre...
Hoje sou uma artista plástica reconhecida, e vivo um grande amor com o homem da minha vida, minha alma-gêmea. Acredito que nosso amor vem de outras vidas.
Acredito também que nada que aconteceu em minha vida foi por acaso,tudo tinha o dedo de Deus! Quando eu fiquei só e triste com a morte de Flávio,Deus colocou Fred em meu caminho. A intenção de Deus era nos unir para que eu tivesse força e um companheiro para criar de meus filhos e em troca, eu desse a Fred o carinho que ele precisava num momento de abandono. Quando meus filhos já estavam criados e formados, Deus percebendo que Fred e eu não estavamos mais felizes com essa união,deu a ele a oportunidade de ser feliz novamente ao lado da mulher que tinha sido seu grande amor. E para que eu não me sentisse triste com o fato, colocou Juan de novo em meu caminho.
Mas Juan, era apenas um instrumento nas mãos de Deus, para que eu encontrasse Júlio, meu verdadeiro amor. Juan poderia ter marcado um encontro em qualquer outra cidade, sem ser em Punta. E poderia ter chegado no dia combinado, mas não chegou...Chegou exatamente no momento em que Júlio entregava as flores,para a festa no hotel,assim ele poderia me conhecer.
Então,vocês devem estar perguntando: Por que Deus não colocou Júlio em seu caminho quando os avós dele se mudaram para lá e vocês ainda eram crianças? Simples de responder...sou mais velha que Júlio 8 anos... Quando criança ou mesmo quando jovem, nunca iríamos ficar juntos, pois essa diferença de idade era muito significativa. E hoje nem percebemos que ela existe!!!
Vivemos no meio do verde,da paz ,da tranquilidade,da simplicidade e de muito amor...E acreditamos que nosso amor é e será eterno...!

FIM.



- Postado por: Maryam às 11h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________